O homem de areia #Livro

Eu amo livros de suspense. Cresci lendo Agatha Christie. E quando busco uma leitura para desanuviar, esse é o genero literário que pego para ler. Embora livros assim deixem os nervos a flor da pele, eu simplesmente amo todo o mistério de quem é o assassino, de como foi elaborado o plano. Bom demais quando o autor consegue nos prender. A editora Alfaguara lançou O homem de areia do Lars Kepler, que é o pseudônimo do casal sueco Alexandra e Alexander Ahndoril. Juro que não sabia desse detalhe, sempre achei que era um só autor! rsrs... Os dois já escreveram 6 livros da série do detetive Joona Linna, que está nesse livro também. Mesmo sendo uma série, esse foi o primeiro que li e não senti falta de ter lido os outros livros.


Site | Facebook | Twitter  Instagram 


O livro começa com o resgate de um rapaz em uma ponte ferroviária que estava declarado morto há 13 anos, Mikael Kohler-Frost. O acusado de te-lo matado, Jurek Walter está preso em um presídio de segurança máxima. Um perigoso serial killer, que entra na mente das pessoas e é mantido isolado. Quem o prendeu alguns anos atrás foi o detetive Joona Linna, que tem um medo profundo do serial killer. O rapaz encontrado na ferrovia é filho de um grande autor e tinha desaparecido com sua irmã há muito tempo. Está muito debilitado e conta que conseguiu fugir mas que sua irmã continua presa pelo Homem de areia. 

Então começa as buscas incessantes para saber o local desse esconderijo, pois o rapaz encontra-se muito doente e o mesmo deve estar acontecendo com sua irmã. As suspeitas recaem em um cúmplice do Jurek Walter. Que esse comparsa esteja com esses reféns presos a mando do Jurek. Mesmo esse assassino perigoso não podendo receber nenhum tipo de visita. Todos tem medo até de conversar com ele. De que ele entre na mente das pessoas e acabem enlouquecendo.


Mas a última alternativa de saber onde fica o esconderijo do Homem de areia é saber do próprio Jurek Walter. Como fazer isso? Infiltrar uma policial na área isolada do presídio para quem sabe o serial killer acabe soltando alguma pista. É angustiante lê o desespero para driblar o tempo escasso para encontrar esse possível cúmplice e salvar a irmã do Mikael. Enquanto a policial está junto com o preso, o detetive Joona Linna está fazendo de tudo para desvendar mais esse imbróglio. Suspense até o final do livro!!


É um livro com capítulos pequenos e sempre com ganchos alucinantes para seguir com a leitura. O leitor não consegue largar o livro um só minuto. O suspense é grande. A curiosidade maior ainda. Não conseguia nem respirar. Tinha horas que o medo é grande. Nunca tinha lido nada desse autor, fiquei encantada. Esses autores nórdicos sempre arrasam no gênero policial. Eu amei esse livro. Vocês já tinham lido algum livro desse autor?

Beijos literário
Adriana Balreira

4 comentários:

Pedrita participou com o comentário número:

nunca tinha ouvido falar. no carnaval tb escolhi um livro pra desanuviar, um de espionagem. estou lendo ainda. beijos, pedrita

Jussara Neves Rezende participou com o comentário número:

Também não tinha ouvido falar. Gostei! Não gosto de séries de livros, mas se vc não sentiu falta de ler os anteriores... bom sinal... Abraço!

Samantha Monteiro Valentim participou com o comentário número:

Olá!

Essa é a segunda resenha sobre esse livro que leio e em ambos os textos fiquei com muita vontade de lê-lo!

Até mais,

Samantha Monteiro
Degrau de Letras
https://degraudeletras.wordpress.com/

Postar um comentário

Olá, adoro ler os comentários que vocês deixam.
Beijos
Adriana Balreira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...