Léxico Familiar - Clube de Leitura Penguin #33

Após vários meses não postando sobre o Clube de Leitura Penguin, eis eu aqui de novo. Não que não estivesse participando. Todos os meses é o meu compromisso da última segunda-feira do mês. É que não estava era colocando aqui no blog. Absurdo, né? Então vamos ao que interessa. Esse mês de maio/2018 lemos o livro Léxico Familiar da autora Natalia Ginzburg da Editora Companhia das Letras.


Site | Facebook | Twitter  Instagram 

O livro é sobre as memórias da autora. De como ela lembra da sua vida, sua infância, seus pais e irmãos. É a história de uma família judia e antifacista que viveu na segunda grande guerra na Itália. Mas o livro não foca na guerra e sim no convívio familiar. Retrata o tempo vivido, nas frases usadas na família e amigos. Como tem bem explicado no prefácio do livro, a autora diz que escreveu apenas aquilo que lembrava e pede desculpas pelas possíveis lacunas. 


Confesso que esperava muito mais desse tão falado livro. Achei meio morno, linear demais para o meu gosto. Passagens importantes da vida da autora retratado por uma frase! Enquanto o cotidiano monótono leva quase o livro inteiro. A Natalia prefere narrar a vida dos seus familiares à própria. E a segunda grande guerra é falada muito sutil, um pano de fundo. Não chega a mostrar os seus horrores. 

Mas a autora já nos avisa esse jeito despretensioso de contar a sua história. Eu definitivamente não gosto de biografias. Mas o livro foi super premiado na Itália, então com certeza tem o seu valor histórico. Muitos dos personagens são pessoas importantes historicamente, mas por mim desconhecidos. Acho que para aqueles conhecedores de história dessa época irá reconhecer alguns dos personagens. Eu só "conhecia" a família Olivetti, sim, aqueles das máquinas de escrever! Era o cunhado da autora.


O bom sempre são as nossas conversas no Clube. Sempre conseguimos debater sobre a leitura em um bate papo gostoso e animado. E foi unânime a leitura um pouco cansativa do livro. Talvez para os italianos seja uma leitura riquíssima. Nós cearenses ficamos muito distantes dessa realidade. Mesmo assim tiramos muita coisa boa desse livro, como família é igual sempre. As frases usadas e memorizadas que nos traz lembranças boas vividas. Isso foi um ponto gostoso do livro. Vale a pena ler sim. Sabendo logo que não espere nada tão dramático e sobre guerra! É sobre convívio familiar!

Beijos literários
Adriana Balreira

8 comentários:

Pedrita participou com o comentário número:

ah, que delícia!!! esse eu li. foi da edição da cosac naify. quando avisaram o fim venderam muito barato os livros. eu adorei. tive muita identificação com as frases. parecia q estava em casa ouvindo minha família. a minha postagem está aqui http://mataharie007.blogspot.com/2017/10/lexico-familiar.html

piteis da dinha participou com o comentário número:

Oi Adriana, bt!
Eu fico muito chateada por não poder me dedicar aos livros como eu gostaria. Adoro ler, mas infelizmente o tempo é pouco.
Adorei saber que no Texas tem um sanduba parecido com o meu kkkk
Bjsss amiga 💋

Pandora participou com o comentário número:

Confesso que peguei "Léxico Familiar" devido a introdução feita pelo Zambra. Adoro ele, claro, eu já tinha lido "As pequenas virtudes" e isso pesou também. De certa forma sua resenha me fez ajustar minhas expectativas, esperar menos do livro.

Andréa Santana participou com o comentário número:

Olá, Adriana!
Esse encontro de vocês é mara, com certeza todos saem mais ricos.
Gostei da dica do livro mesmo que vc achou meio morno.

Beijinhos, Feliz Junho ♥

Rejane Tazza participou com o comentário número:

Aue legal,Adriana e que bom continuas participando...só preguica de postar no blog😁😁beijos chica

Betty Gaeta participou com o comentário número:

Oi Adriana,
Não tinha notícia sobre este livro! Eu normalmente gosto de livros biográficos, mas ando meio cansada da saga dos judeus na Europa, pois o tema é muito visitado pelos autores judeus e parece não ter mais fim!
Beijos

Pepa participou com o comentário número:

Oi Adriana, acho muito legal esses encontros de vocês, me lembra um filme, Clube de leitura sobre Jane Austen, o filme é interessante, dá para relaxar.
Eu não gosto de ler um livro e ficar na curiosidade sobre alguma coisa, fico chateada, quando leio um livro ou vejo um filme e o autor não deu um final para todos personagens, ou não solucionou algum mistério, não sei se foi esse o caso desse livro, mas se foi, entendo como você se sentiu.
Boas leituras, beijos,Vi

Postar um comentário

Olá, adoro ler os comentários que vocês deixam.
Beijos
Adriana Balreira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...