Recordação literária #3semana #52semanasdegratidão

Essa semana consegui visitar todos os blogs que estão participando do projeto #52semanasdegratidão e notei que muitas escreveram como são gratas pelas pessoas que influenciaram por algum motivo. E essa semana fui ao shopping com minha tia Aparecida e recordei o quanto sou grata a ela.

Tia Aparecida e eu

Quando era criança passava muitas tardes na casa da minha vozinha e lá sempre me deparava com um grande móvel repleto de livros que eram da minha tia. Tia essa que era professora do Colégio onde estudava. Minha tia era professora do quarto ano primário e todos os alunos dela eram e ainda são apaixonados por ela. E eu pequenininha torcia para chegar logo ao 4º ano para ser aluna dela. Fui aluna dela e aprendi e muito com ela. E ficava encantada que sempre a via com um livro nas mãos em casa. Livros como Sidney Sheldon, Agatha Christie e vários de banca (Sabrina, Bianca e outros) que eram moda na época.

uma parte dos livros dela hoje ainda na casa dela

De tanto ver a cena da minha tia com um livro na mão, eu que a admirava, fui imita-la na arte de ler. Pedia para pegar algum dos livros dela e ela sempre me deixou muito a vontade de pegar qualquer das muitas obras do seu imenso acervo literário. Li a coleção toda da Agatha Christie, os livros do Sidney Sheldon, alguns dos livros de banca e alguns clássicos daqueles da coleção de capa vermelha dura. Amava ir lá para a casa onde morava ela e minha vozinha. Assim conseguia ler na tranquilidade e com vários títulos pertinho de mim para me desfrutar ao meu bel prazer.

uma parte da coleção da Agatha Christie da minha Tia

E minha primeira grande paixão literária foi a Rainha do Crime!! Li todos os livro da Agatha Christie, que eu pegava na casa dela e levava para casa. E devolvia todos os livros que pegava de lá. Lembro que minha tia sempre encapava os livros que ela estava lendo no momento com papel pardo. Observava o cuidado e carinho que tinha com os livros e tentava imita-la. E sempre que comprava um livro novo também cobria. Até hoje faço isso, mas com capinhas de pano que faço.

minhas capinhas de tecido, minha leitura atual: Infiel

Fazendo esse post vejo o quão importante são os exemplos compartilhados na nossa infância! Fico feliz por ter tido esse contato com tantas obras maravilhosas mesmo sendo tão novinha. Me influenciou meu modo de amar a leitura. Essa foi um post para a blogagem #52semanasdegratidão do blog da Elaine Gaspareto.
Beijos literários cheios de gratidão
Adriana Balreira

24 comentários:

SÔNIA R.B. participou com o comentário número:

Adriana:
Que belo exemplo que tua tia te deixou o amor pela leitura.
Uma semana ótima prá ti.
Até breve
Sônia

Sheyla - DMulheres participou com o comentário número:

Adri
Que coisa mais linda, quando temos uma figura influenciadora, assim! Que fofa sua tia, um super beijo para ela.

Beijos e uma semana maravilhosa!
DMulheres@_sheylaxavierFanpage

Anabela Jardim participou com o comentário número:

Sem dúvida, os exemplos que temos na infância e na adolescencia tem umpeso enorme na nossa formação moral e cultural. Lembro bem dessas coleções, que aliás eram caras, naquela época livros eram caros... Boa semana!

Roselia Bezerra participou com o comentário número:

Bom dia, querida Adriana!
Também tive meu tio e padrinho que fez meu prefácio dos livors que me influenciou muito na vida literária a e ele sou muito grata... Que bom acordar e me lembrar dele por vc e sua postagem!
Bjm muito fraterno

Pedrita participou com o comentário número:

olha que bacana. tb tive uma tia muito, mas muito querida, que saudade. a minha tia costurava. fizemos passeios muito especiais. e que delícia que ela a sua era professora e rodeada de livros. beijos, pedrita

Vanessa participou com o comentário número:

Que exemplo delícia, hein!
Livros é uma das minhas paixões!
Também li e tenho a coleção toda de Sidney Sheldon!
Parabéns pela postagem!
Adorei!
bjs

Neli Rodrigues participou com o comentário número:

Que boa lembrança.
Então ela foi sua musa inspiradora pra leitora que vc é hj?
Espero que eu tb seja esta musa pros meus filhos #oremos.
Bjs

Elaine Gaspareto participou com o comentário número:

Adriana, que dádiva ter uma tia assim, e pra ela, ter uma sobrinha assim, que quis aprender com o exemplo.
Meus sobrinhos não leem, mas em compensação meu afilhado Gustavo lê, mas lê tanto, muito mais que eu!
Precisa ver um guri de 10 anos discutindo a saga Percy Jackson comigo rsrsr
Ano passado dei a coleão completa pra ele, e a coleção Como treinar seu dragão.
Fui entregando, ele foi abrindo, e fez algo que só um apaixonado por livros faz: cheirou os livros.
É muito amô!

beijosssss

Betty Gaeta participou com o comentário número:

Oi Adriana,
Eu não tinha uma tia, mas pai e mãe que liam muito e sempre tive livros às mãos para me divertir. Isto fez de mim uma boa leitora.
Adorei saber a história de sua tia-professora.
Bjs
GOSTO DISTO

Andréia Luiza Bezerra participou com o comentário número:

Adriana, leitura se aprende assim: vendo pessoas lerem!
Que hábito delicioso e que nos engrandece.
Que bom que sua tia estava por aí... :-)
Andréia
A Casa da Sherazade

Lulu on the sky participou com o comentário número:

Não li tantos livros da Agatha Christie. Apenas 3: A Casa Torta, Assassinato no Orient Express e o Caso dos 10 Negrinhos.
Big Beijos
Lulu on the sky
Meu Canal You Tube

Jessica Girao participou com o comentário número:

Miga, que coisa linda essa velhinha! Vontade de morder ela !!!!!! Adorei o blogger!

Andréa Santana participou com o comentário número:

Hello, minha linda!
Que grande exemplo você teve, nada melhor do que ter o gosto pela leitura e
levar para a vida toda.
Eu tbm cresci no meio dos livros, minha mãe comprava todos os livros da Série Vaga-Lume, muitas enciclopédias, eu amava os livros do Manteiro Lobato. Hoje em dia é raro ver crianças e jovens lendo livros.
Parabéns pela sua postagem, sua tia tem um belo semblante e você tbm!

Beijinhos ♥

Tatiana Candido Vilela participou com o comentário número:

Oi Adri! Que delícia de tia. Sou professora tb, e sempre insisto como esses modelos são importantes para nos ajudar a desenvolver o gosto pela leitura. Abraço,
Oceano Particular

Michelly Melo participou com o comentário número:

Oii! :)
Gente, que coisa maravilhosa! Ter alguém que nos inspire logo cedo faz tanta diferença! É uma pena que hoje em dia muitos não valorizam a importância dos professores.

Amo os livros da Agatha Christie! Ela tem uma coleção incrível! <3

Beijos

Sarah Guimarães participou com o comentário número:

Oi Adriana, também estou participando da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão Também sou uma grande fã de Agatha Christie! Amo! Deu vontade de reler meu favorito: "E no final a morte" que não tem nem Poirot e nem Miss Marple Qual é seu favorito?
Gratidão por atiçar essa vontade de ler!
Beijo
www.acasadaritablog.blogspot.com.br

rosiarts participou com o comentário número:

Adriana querida, que bom poder vistar você, foi maravilhoso conhecer sua história, com a participação especial de sua tia. Ela passou pra você o amor pela leitura e os livros, uma herança que ninguém tira, né?
Bjus. Rose.

Maria Reciclona participou com o comentário número:

Querida Adriana. O exemplo tem a capacidade estrondosa de mudar o mundo. E o exemplo da leitura é um dos mais transformadores. Ainda me lembro da minha querida professora da segunda série que, com seu amor pelos poemas escritos nos cantinhos das páginas de nossos cadernos, enquanto corrigia nossas tarefas, me indicou um caminho sem volta: o amor pela poesia e este maravilhoso mundo das palavras do coração. Amei sua postagem e tudo o que ela me trouxe à memória. Receba meu abraço e meu carinho.

Pandora participou com o comentário número:

Genteeee!!! Que coleção linda, eu tenho dois livros dessa coleção vermelhinha da Editora Abril e são xodos! É muito gosto ter uma tia assim que abre as portas do seu universo particular para a gente, pq nossos livros são parte desse universo particular. Realmente a gente aprende mais com exemplos do que com discursos. Esse foi um post muito terno de se ler.

Andreia Alves participou com o comentário número:

Adriana querida que belas lembranças!
Eu também comecei a ler com Agatha Christi, Sidney Sheldon Se houver amanhã, O Reverso da medalha e Um Capricho dos deuses e tantos outros!
Época em que eu devorava os livros,
Hoje em dia já não leio tanto mais vou
Voltar!
Bjooo no coração amei.....

https://devaneiosdocotidianoo.blogspot.com.br

Pepa participou com o comentário número:

Oi Adriana, é a Vi, aqui em casa era meu pai que trazia muitos livros e revistas e eu lia todos.
Muito legal essas capinhas e seu carinho pelos livros.
Muitos beijos,Vi

Claudia Leonardi participou com o comentário número:

Querida Dri
Estou matando a saudade desta turma querida com a BC!
Que delicia de post. Estas recordações aquecem o coração, ne? E que bacana esta ideia de encapar os livros com papel pardo, era bem comum antigamente, pelo que vejo.
Bjks mil

Gustavo Woltmann participou com o comentário número:

Top top mesmo! Não canso de falar que gostei mesmo! Sua criatividade é show! Claro que cada um tem sua opinião e se expressa com quer porém respeitando o próximo, isso é o que importa, não é mesmo? Como posso fazer para falar com você tem algum email de contato ou algum formulário de contato para falar com vocês? Abração!

Postar um comentário

Olá, adoro ler os comentários que vocês deixam.
Beijos
Adriana Balreira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...