Confissões de uma máscara - Yukio Mishina #Resenha

Sempre bom ler autores desconhecidos. Sempre enriquecedor ler escritores de outro país que não costumo ler. Literatura japonesa pouco conheço, já li alguns do Haruki Murakami e um do Hiro Arikawa ("Relatos de uma gato viajante"). E a Companhia das Letras me enviou o livro do Yukio Mishina "Confissões de uma máscara" e resolvi ler.




O livro foi publicado em 1949 e foi o primeiro grande sucesso do autor Mishima. História do Kochan, no qual ele vai relatando a sua vida, desde o seu nascimento, sua infância doentia que ele morava com seus avós em uma Tóquio durante e após a segunda guerra. Um livro narrado pelo personagem principal, suas experiências na escola, onde tem um garoto bem mais velho em que ele se apaixona, na verdade nem ele sabe o sentimento que ele nutre pelo amigo. Um misto de admiração e primeiro amor. O medo de demonstrar é grande, em um Japão cheio de preconceitos. Vive esse sentimento por Omi dentro de uma máscara, um amor platônico. 



Ao ficar mais velho, Kochan decide que tem que beijar, beijar uma garota e decide se apaixonar pela irmã de Nukada, seu melhor amigo, a Sonoko. Era um amor sem desejo, bem diferente à paixão que sentia por Omi. Mas ele está firme ao propósito de ter esse amor por uma mulher. E uma boa parte do livro é sobre esse relacionamento no qual ele se vê forçado a esse convívio, tudo permeado a um Japão no meio e fim de uma grande guerra mundial. Kochan segue "namorando" Sonoko, até que ele percebe que não pode levar essa farsa adiante, não pode mentir para ele mesmo. Finalmente se liberta.



O livro é muito bem escrito e o leitor sente a angústia do personagem que tenta esconder sua verdadeira paixão, sua verdadeira vida. Imagino como deve ter sido um livro desses em um país mega conservador, com descrições de um desejo homossexual tão verdadeiro e tão lindo, contado nas entrelinhas de todo o livro. Um livro primoroso. 

Se bem que o início do livro achei um tanto arrastado e cansativo, na segunda metade do livro fica bem mais interessante. O livro ganha uma velocidade e magia bem mais gostosa de ler. No geral, eu amei a leitura, como já disse no início do post, eu adoro ler, conhecer literatura de outros países. Conhecer os costumes e visão de vida. Leiam "Confissões de uma máscara" de Yukio Mishima da Companhia das Letras.

Beijos literários
Adriana Balreira

1 comentários:

Camille participou com o comentário número:

Gosto de Mishima. Corajoso em mostrar sem enfeite sua propria perversão. E a sua vocação e habilidade de leitura constante Adriana, é muito bacana. Viva! Atualiza a todos com o que ha de bom.

Postar um comentário

Olá, adoro ler os comentários que vocês deixam.
Beijos
Adriana Balreira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...