Dance Dance Dance - Resenha

Buscando minha meta de ler sempre obras de autores não lidos e de outras culturas, me embrenhei no livro Dance Dance Dance do Haruki Murakami lançado pela Editora Objetiva (selo Alfaguara) do Grupo Companhia das Letras. Esse autor sempre é cotado para o prêmio Nobel de Literatura, mais um motivo para ler.


Site | Facebook | Twitter  Instagram 

Não conhecia nada dos livros do Murakami. Nem mesmo que esse livro Dance Dance Dance é continuação do Caçando Carneiros. Vou logo adiantando, a história é compreensível sem a leitura do Caçando Carneiros. O livro gira em torno de um escritor freelance divorciado que sai a busca da ex-namorada no Hotel Golfinho onde eles um dia se hospedaram. Ele tem 38 anos e sem grandes ambições, um verdadeiro "limpa neve cultural". Era como ele se denominava, fazia suas matérias jornalistas de acordo com a necessidade. O hotel Golfinho já não é mais o mesmo, e a conexão com sua ex-namorada se perde. E nessa busca incansável, ele acaba se envolvendo com diversas personalidades diferentes: uma menina de 12 anos com seus pais irresponsáveis, um famoso ator amigo de infância, uma garota de programa de luxo, uma recepcionista de hotel, um homem carneiro. Todos os personagens vão dançando em torno da vida dele.

A vida do jornalista é uma verdadeira dança, o conduzindo conforme a música. E diversas músicas são citadas ao longo da narrativa. Bandas dos anos 70 e 80, dá até vontade de ir colocando as cantigas durante a leitura... A história se passa nos meados dos anos 80, sem toda a facilidade da internet e celular. O que torna a caçada por sua ex mais complicada ainda. A única coisa que não gostei muito foi o tal homem carneiro que surge no livro, um ser fantasioso que ele encontra no hotel Golfinho.


O livro é fácil de compreensão. Os encontros dos personagens são sempre bem construídos, as conversas, os dilemas. Os personagens só almejam a felicidade sem muita expectativa. E procuram cada um a sua maneira. O ator famoso ser mais simples, ter uma vida com menos holofote. A menina de 12 anos só quer a atenção e carinho dos pais, que são separados e cada um vive sua vida sem querer saber da filha. A recepcionista quer amor e ser cuidada. Personagens que dá vontade de coloca-los no colo! Livro envolvente e muito bem escrito. Adorei. Vou tentar ler o Caçando Carneiros para ver se o único personagem o qual não gostei, tento entender melhor.

Beijos literários
Adriana Balreira

10 comentários:

✿ chica participou com o comentário número:

Não é só ele que dança conforme a música.A vida nos pede isso,rs beijos, linda semana! chica

Toninho participou com o comentário número:

Ola Adriana, pela resenha a trama deve ser muito boa, com aval da construção dos personagens dita por voce. Esta inserção de musicas nos trechos do personagem principal, deve ser mesmo estimulante querer ouvir e entrar na trama.
Mais uma bela partilha de seu generoso trabalho e cultura.
Uma bela semana de paz e alegria.
Meu terno abraço amiga.

Pedrita participou com o comentário número:

minha amiga gostou desse autor, eu ainda não li. quero ler. beijos, pedrita

Betty Gaeta participou com o comentário número:

Oi Adriana,
Li os dois livros e adorei! Mas também li "Dance Dance Dance" antes de "Caçando Carneiros". Em "Caçando Carneiros" está a explicação da existência do homem carneiro, mas é uma explicação murakamiana.
Bjs

Andréa participou com o comentário número:

Hello, querida!
Pela resenha é um livro gostoso de ler, vai para a minha lista.
Valeu!

Beijinhos, ótima semana! ♥

Maria Teresa Valente participou com o comentário número:

Adriana, mais um pra lista...
Obrigada pela resenha, já gostei!
Abraços carinhosos
Maria Teresa

Neli Rodrigues participou com o comentário número:

Um livro com este título e esta capa, nunca que eu conseguiria imaginar a estória contada nele.
E tb não me chamaria a atenção.
Mas sua resenha conseguiu despertar minha curiosidade.
Bjs

Rosa Paula I Le Paquet participou com o comentário número:

Adoro histórias singelas assim. Um pouco de amor e cuidado é o que todos buscamos no fundo, não é?
Beijos e uma ótima semana!

piteis da dinha participou com o comentário número:

Oi Adriana!
Agora percebi que estou um pouco distanciada da leitura, coisa que sempre amei. Gosto de passar por aqui e ver suas sugestões, fico mesmo curiosa kkk
Vou tentar fazer um projeto de leitura também!
Bjssss amiga

Postar um comentário

Olá, adoro ler os comentários que vocês deixam.
Beijos
Adriana Balreira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...