Nascimento de uma paixão...

Acho que todos já devem saber da minha paixão pela Rússia/URSS. Acho que ela nasceu lá em 1980 nos jogos olímpicos de Moscou. Com o mascote Misha, o urso. Com aquele encerramento e o ursinho derramando uma lágrima. A partir daquele espetáculo grandioso que foi a abertura e o encerramento, eu somente com 8 anos me encantei com aquele país tão grande e tão misterioso. Mas não tem uma pessoa que tenha assistido aquele espetaculo que não tenha amado! Para quem nunca viu tem esse video no youtube .
Tirado daqui

Outro momento que me recordo sobre a URSS (União das Repúblicas Soviéticas) foi em 1986 com o grande acidente nuclear de Chernobyl. Lembro que logo que sairam as noticias eu lia tudo. E até hoje esse desastre me deixa com aquele temor de como somos tão pequenos, tão frágeis.
Tirado Daqui e tem reportagem
Depois veio a Perestroika e Glasnot com o governo do Mikhail Gorbachev. Naquela época sem internet só éramos informados pelas revistas semanais e jornais. E até pouco tempo atrás ainda guardava as Vejas que relatavam as mudanças daquele país. Com as aberturas politicas e de estrangeiros para saber o que e como o povo sovietico vivia. Devorava qualquer notícia que eu podia ter daquele país tão distante. Até o livro do Mikhail Gorbachev sobre a Glasnot e Perestroika eu tenho.

 

Mas vocês devem estar se perguntando sim, para que eu quero saber da paixão da Adriana pela a URSS? Mas é que ontem eu assisti um programa "Não Conta Lá em Casa" do Multishow sobre Chernobyl e quis aqui mostrar a minha paixão por esse universo tão desconhecido por nós e deixar o link para quem tiver curiosidade de assistir.

Pripyat a cidade onde fica Chernobyl na Ucrânia

É um programa de 4 jornalistas brasileiros que fizeram a viagem a cidade onde fica a Usina de Chernobyl, onde ainda hoje, passados 26 anos do acidente, o nível de radiação ainda é muito grande. Aliás, pelo que eu leio sobre esse acidente, o nivel irá continuar grande por milhares e milhares de anos. Um acidente tão imenso que a humanidade ainda não caiu em si. E tem esse site , sobre uma mulher que viaja de moto pelos lugarejos ao redor da Usina de Chernobyl que vale a pena visitar.

Beijos não radioativos
Adriana Balreira

22 comentários:

ღღღღ Cici ღღღღ participou com o comentário número:

Lembro de tds esses acontecimentos, como e fosse hj. E renderam trabalhos e mais trabalhos na escola... ufaaa! rs
Vou dar uma olhada nos links que vc sugeriu. Obrigada!
Bjs

Edna Sampaio participou com o comentário número:

Olá Dri!
Legal as dicas!Vou dar uma olhadinha...
Bjs!!!

SHEYLA - DMulheres participou com o comentário número:

Quem não lembra desses acontecimentos?? Trágicos e inesquecíveis . Dri, este país pra mim sempre foi cercado de mistérios ... Vou lá assistir e conferir suas dicas.

bjosss

lena participou com o comentário número:

Olá Adriana.
Também tenho recordações de tudo isso. Adoro jogos olímpicos desde pequena e como sempre não perdia a ginástica artística. Quando o acidente de Chernobyl aconteceu Lembro-me das noticias e da preocupação com a radiação. Foi Uma acidente trágico. Também vi recentemente um programa sobre fukushima e também mostraram como estava chernobyl agora e como tudo aconteceu. E depois veio a perestroika que trouxe muitas mudanças. Uma grande pais com muita cultura e que eu gostava de conhecer.
Beijinhos grandes.

silvioafonso participou com o comentário número:

.


Vim cobrar a sua presença,
Hoje é dia 23 e como todos os
dias 23 eu posto no Blog do Bar
do Escritor, gostaria muito que
tu lesses o meu texto e lá dis-
sesses um alô, para mim. Por
isso eu te convido a entender
o porquê das pessoas chorarem
por quem já foi linda e hoje
luta desesperadamente para não
se perder da lembrança dos que
um dia a ela se renderam.

Espero por ti, com flores da
serra para um bom-dia.

http://bardoescritor.blogspot.com

silvioafonso







.

Kellen Bittencourt participou com o comentário número:

Eu tbém assisti na semana passada esse mesmo programa, muito forte as imagens das bonecas no Chão daquela escola abandonada, eu não tinha ideia da dimensão do estrago, foi bacana apesar da história triste a reportagem, minha filha tem loucura p conhecer a praça vermelha, quem sabe uma hora dá! Bjooooosss

casa de fifia participou com o comentário número:

OLà ADRIANA
EU NÃO RECORDO NADA DOS JOGOS OLÍMPICOS DE MOSCOU,MAS LEMBRO DO DESASTRE NUCLEAR,AQUI NA ITÁLIA SE FALA MUITO AINDA DISSO, TALVEZ PORQUE A ITÁLIA è MUITO PERTO DA UCRIANA.
OBRIGADO PELOS BEIJOS NÃO RADIOATIVOS RSRS

BEIJOS SUADOS,ACEITA ??

dark angel participou com o comentário número:

ola amig vim ver o seu maravilhoso blog, gostei imenso do que vi aqui, vim também fazer lhe um convite para visitar o meu blog de dicas para blogs, e se quiseres podes anunciar gratuitamente o teu blog http://ganha-dinheiro-net.jimdo.com

Marly participou com o comentário número:

Oi, Dri,

Vamos por parte: vivenciei também tudo isso e o acidente de Chernobyl foi mesmo algo trágico, cujos efeitos totais só o mesmo o tempo é que irá revelar. Quanto à beleza da abertura (e encerramento) dos jogos olímpicos, foi maravilhoso, queira Deus que a gente consiga fazer algo que pelo menos se aproxime. Sinto um arrepio só de pensar que alguém aqui possa substituir o trabalho criativo, nos moldes que outros países fizeram, nas olimpíadas, por shows de pagodeiros, axezeiros e carnavalescos, rsrs.
Agora vou lá ver os vídeos.

Beijo!

Zizisantos participou com o comentário número:

Meu filho caçula nasceu em 1981. No seu enxovalzinho fazia parte um cobertor com a imagem do Misha e a lágrima que tanto encantou as pessoas que assistiram aquela olimpíada. É uma cultura apaixonante, e você sempre trás para nós sua paixão pela Rússia.
Não vi o programa no Gnt, mas acabei de ver o site da Elena. Desconhecia o tamanho do estrago! Espero que ela não se contamine devido essa aproximação contínua.
Sempre é bom recordar fatos como os que você enumerou no seu post.
beijos
Zizi


silvioafonso participou com o comentário número:

.


Adorei esse jeito gostoso
de atender ao chamado de
um amigo tão recente, como
eu.

Um beijo,

silvioafonso





.

Cynthia Le Bourlegat participou com o comentário número:

Dri, vc ia adorar meu pai, ele ama a russia, qdo pequeno, ele escrevia cartas pra embaixada da russia dizendo que adorava o país, aí eles mandavam brindes, chaveiros pra ele que fazia coleção rs
Ele fez eu e meu irmão assistir dr jivago mil vezes, a gente não aguentava porque é muito comnprido rs e desconfio que ele fez medicina por causa do jivago..
Esse ursinho dos jogos de 80 é muito fofo ne?
beijo querida

Simplesmente Martha participou com o comentário número:

Vc perguntou qual a dica a dica é um lanche rapido pratico e saboroso! Com Massa de Pizza Pronta! ameii rs beijinhos

Mari Rodrigues participou com o comentário número:

Lembro de tudo isso. Gosto muito da arte russa, as igrejas ortodoxas, os castelos e as histórias antigas. O acidente de Chernobyl foi realmente terrível. Mas é bom recordar.
Adriana, você já está participando da 3ª Mostra Arte em Foco sobre reciclagem? Passe lá no Blog e participe.
Bjos, Mari.

Angela participou com o comentário número:

Sabe Adriana acho isso mágico, passou um filme em minha cabeça das datas narradas por vc e vou procurar os links que vc indicou.Tenho uma paixão semelhante pela Grécia leio tudo, coleciono tudo, e me encanto com cada detalhe que alguém me conta por ter viajado, ou descende, enfim tem coisas assim chegam sem explicação e tomam um cantinho em nossas almas.
Beijo e ótimo final de semana.

Betty Gaeta participou com o comentário número:

Oi Adriana,
Já assisti um documentário sobre Chernobyl, não sei se é o mesmo, mas mostrava que virou um lugar fantasma.
xoxo

Gosto disto!

Monalise Nogueira participou com o comentário número:

Caramba Adriana, eu era pequena e não lembrava. Gosto dessas curiosidades. Vou assistir o vídeo pra ver.

Beijos

Paula Kasas participou com o comentário número:

Oi Adriana,
A Russia deve ser mesmo encantadora. Esses tempos li o livro que conta a historia dos Smirnoff...adorei.
Adoraria conhecer Petesburg tambem.
Gostar de historia , é gostar de crescer, se aculturar.

Beijokas
Paula Kasas

Sérgio Santos participou com o comentário número:

Oi Adriana, parabéns pelo blog. Tinha até planejado ver esse "Não conta lá em casa" citado por você, mas acabei perdendo. Tentarei ver pela internet. O acontecimento com Chernobyl foi marcante e até fizeram um filme de terror que foi para os cinemas recentemente, mas eu não vi. bjs

Adelaide Araçai participou com o comentário número:

Adorei que vc trouxe o ursinho, pois comentei sobre ele com minha filha e nem imaginava que existisse ele para mostrar a ela....pois sem a tecnologia de hoje, fizeram a maior magica humana...o sincronismo de movimentos....o que gravou para mim como a mais linda de todas...

Abraços

Bruxa do 203 participou com o comentário número:

Ursinho lindo!!!! Olimpíadas inesquecíveis! Isso mostra o quanto eu sou antiga!!! rsrsrs

Você deve adorar o blog da LuRussa, é maravilhoso, repleto de dicas sobre a Rússia.

Pandora participou com o comentário número:

Legal sua paixão pela Russia, diferente também... Tenho pela Russia uma curiosidade de estudante de história, a importância da revolução que houve naquelas terras, o fato de ter sido uma potencia mundial durante metade do século XX... São tantas coisas, gostaria de um dia ter tempo ($$$) para visitar.... Tenho muita vontade de ler autores russos, um de meus colegas de blog também é louco pela Russia tem até um blog para falar de literatura russa, deixo o link caso você não conheça pode encontrar nele um companheiro nessa paixão http://www.osrussos.pontolivro.com/

Ele está até promovendo um tipo de book tour com um livro de uma poetiza russa, também deixo o link: http://www.osrussos.pontolivro.com/2012/11/leitura-sugerida-antologia-poetica-de.html

Postar um comentário

Olá, adoro ler os comentários que vocês deixam.
Beijos
Adriana Balreira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...