Colombina...

Eu adoro as marchinhas de carnaval. Pena que não toca tanto e nem se fazem marchinhas tão gostosas de se escutar como antigamente. No site que encontrei o texto mais completo sobre a história do carnaval, descobri (relembrei) que a primeira marchinha foi "Ó Abra Alas" composta por Chiquinha Gonzaga. São tantas as marchinhas, que durante esse carnaval foi fazer uns posts sobre algumas que me fazem recordar...
Começando por essa:

MÁSCARA NEGRA
(Zé Keti-Pereira Mattos, 1966)


Quanto riso oh quanta alegria
Mais de mil palhaços no salão
Arlequim está chorando
Pelo amor da colombina
No meio da multidão


Foi bom te ver outra vez
Está fazendo um ano
Foi no carnaval que passou
Eu sou aquele pierrô
Que te abraçou e te beijou meu amor
Na mesma máscara negra
Que esconde o teu rosto
Eu quero matar a saudade
Vou beijar-te agora
Não me leve a mal
Hoje é carnaval

Acho essa marchinha linda, nos remete aos bailes de fantasia. E aos amores impossíveis...será??? É uma história de amor que conhecemos tantas: Pierrot ama Colombina, que ama Arlequim, que, por sua vez, também deseja Colombina. Esses três são personagens de um estilo teatral conhecido como Commedia dell’Arte (Comédia da Arte), nascido na Itália do século XVI.

Pierrot - é aquele de um palhaço triste, apaixonado pela Colombina, que inevitavelmente lhe parte o coração e o deixa pelo Arlequim. É ingenuo e é visto como um bobo. Usa roupas largas e brancas, por vezes metade pretas, cara branca e uma lágrima desenhada abaixo dos olhos.

Arlequim - no Carnaval, o arlequim procura pelas ruas encontrar seu par, Colombina. Era um espertalhão preguiçoso e insolente. O seu traje, feito de retalhos multicoloridos geralmente em forma de losango.

Colombina - é uma moça linda e inteligente, de humor rápido e irônico, sempre envolvida em intrigas e fofocas, apaixonada por arlequim, e amada em segredo pelo romântico Pierrot.

Tirado desses sites: aqui, aqui e aqui

Beijos momescos
Adriana Balreira

12 comentários:

Maria José (Mana) participou com o comentário número:

Olá querida,
Fiquei curiosa e, gostei muito do seu post, nunca fui atrás destas estorinhas carnavalescas e, valeu pelas informações.
É incrível como aprendemos nos visitando não é ? eu estou apaixonada por este mundo bloguístico, claro que existem "babaquices", mas faz parte e, de vez em quando até é bom.
Grande folia à você e, continue assim com muita cultura dividindo conosco.

Bjos
Mana

Adelaide Araçai participou com o comentário número:

Adoro tudo que se refere a carnaval, e também prefiro as marchinhas antigas, a minha preferida é a Mulata Bossa Nova, que tem uma letra longa....

Mulata Bossa Nova

Mulata bossa nova
caiu no huly guly
E só dá ela
Ye,ye,ye,ye,ye,ye,ye,ye na passarela

A boneca está
Cheia de fiu-fiu
Esnobando as louras
e as morenas do Brasil (viu)

Muita Luz e Paz
Abraços

SHEYLA - DMULHERES participou com o comentário número:

Adri
Adoro as letras dessas marchinhas, tinham teor e conteúdo.
Amei o post.
Bjokas e bom carnaval!!

Sheyla.

Anna Almeida participou com o comentário número:

Obrigada pela visita, Adriana!
Pode deixar que vou providenciar uma foto do novo corte, tá? Adorei saber que vou ganhar mais elogios! rsrs
Gostei do post informativo. Também gosto das marchinha e acho uma pena elas ficarem de fora da festa.
Só pra constar: também amo ver o dia nublado!

Um beijo e bom carnaval!!!

Luciana Aragão participou com o comentário número:

Didi também andei pesquisando sobre a origem do carnanval para a escola... Mas acho que hoje em dia "amor" é mais dificil de encontrar em carnaval... eu acho...o povo pelo menos aqui em Salvador "ficam".

bjs

Faniquito participou com o comentário número:

Oii, Didi !!!

Ahhh que lindo...tb aaaamo marchinhas.Que delícia,né...sem contar as recordações.hehehe

Oh! jardineira porque estás tão triste?
Mas o que foi que te aconteceu?
Foi a camélia que caiu do galho,
Deu dois suspiros e depois morreu.

Vem jardineira! Vem meu amor!
Não fiques triste que este mundo é todo seu.
Tu és muito mais bonita
Que a camélia que morreu.


Bom carnaval pro6 tudo

Beijinhos

Ana

Renata participou com o comentário número:

Oi Adri!

Sinto saudade das marchinhas antigas. Carnaval para mim é com marchinha! Já curti trio elétrico, música baiana, mas não é a mesma coisa.
Ainda bem que terça feira vou matar a saudade. Aqui, quase em frente à minha casa, vai sair uma banda com uma orquestra tocando marchinhas de carnaval. Eba!

Beijos, Renata
palpitandoemtudo

Bel Rech participou com o comentário número:

Adriana...adorei!!!Meu segundo ano de carnaval , eu fui vestida de colombina...naquele tempo e ainda na campanha, nos clubes Comercial e Country se fazem bailes que se "pula o carnaval" em círculos...enquanto vc vai de mãos com uma amiga, na segunda volta já tinha alguém abraçado na gente...era muito bom esse tipo de carnaval...Hoje eu não curto, mas naquele tempo...era muito bom..
Paz e bem

Clara participou com o comentário número:

Máscara Negra é uma das minhas preferidas também...
Já gostei muito de carnaval, agora tô mais tranquila. Prefiro a paz de minha casa e um bom filme na TV.
Mas, pra quem gosta e curte, um excelente carnaval!!!

Beijos

Cissa Branco participou com o comentário número:

Adriana,

Puro saudosismo. Não se faz mais marchinhas e nem se pula carnaval como antigamente. Gostava do glamour dos bailes, das máscaras, do romantismo, hoje é só pegação. Cruzes, estou falando como uma velha, rsrs.
Grandes beijos e ótimo feriado

Zizisantos participou com o comentário número:

Adriana, falando em marchinhas, e eu nao sei se ela é marchinha, mas lembra do:

Hei, você aí,
me dá um dinheiro aí,
me dá um dinheiro aí!!!!

Não vai dar
Não vai dar não
Você vai ver que grande confusão

Eu vou beber
Beber até cair
Me dá, me dá, me dá, oi
me dá um dinheiro aí

Tempos de carnaval, onde eu ia cantar escondida atrás da parede da casa, sem q meu pai visse. Era proibido cantar. rsrsrs
E eu nem queria ser cantora, kkk
Obrigada, por me fazer lembrar de tanta coisa guardada;
bjo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...