Amanheci assim...

Hoje amanheci assim, com saudades... Com aquela dor no peito da ausência, do vazio...Sei que daqui para pouco fico melhor, mas quis colocar aqui esse texto que vi na internet e que me fez lembrar da dor da saudade que as vezes dói...Está só uma parte, completa podem ler aqui:


A DOR QUE DÓI MAIS


Trancar o dedo numa porta dói. Bater com o queixo no chão dói. Torcer o tornozelo dói. Um tapa, um soco, um pontapé, dóem. Dói bater a cabeça na quina da mesa, dói morder a língua, dói cólica, cárie e pedra no rim. Mas o que mais dói é saudade.


Saudade de um irmão que mora longe. Saudade de uma cachoeira da infância. Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais. Saudade de um amigo imaginário que nunca existiu. Saudade de uma cidade. Saudade da gente mesmo, quando se tinha mais audácia e menos cabelos brancos. Dóem essas saudades todas.


Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama. Saudade da pele, do cheiro, dos beijos. Saudade da presença, e até da ausência consentida. Mas quando o amor de um acaba, ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.


Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.


Martha Medeiros

Beijos saudosos
Adriana Balreira

23 comentários:

Lola Sciwinzki participou com o comentário número:

Eu sempre falo que não existe dor pior que a dor da saudade.
E eu sinto saudades de muitas coisas.
Mas sempre procuro lembrar daquelas coisas q foram boas, pra q a saudade seja um saudade feliz e não uma saudade doída.
Bjks Dri.

Maitê Rodrigues participou com o comentário número:

Oi, Adriana!!
Espero q passe logo essa dor... texto profundo esse da Martha; fui ler todo... valeu a lembrança do site; adoro os textos dela. E, óh, recebi tantas visitas ontem; acho q vc teve "culpa" disso,viu? hehehe.... Mas pode deixar q não vai ser condenada, de jeito nenhum!!!Bjs. Maitê Rodrigues - www.ateliedamaite.blogspot.com

Angela participou com o comentário número:

Ah cara Adriana como entendo de saudade, é uma nostalgia do que vivemos e gostaríamos que tivesse um replay...Mas são nesses momentos em que nos inspiramos! Lindo texto!
Bj e obrigada de coração pelas palavras de incentivo no meu blog!
Ótimo meio de semama.

Tami Fonseca participou com o comentário número:

Gosto da saudade pois ela nos faz lembrar de momentos e de pessoas especiais...
Obrigada pelo carinho lá na minha casinha, boa sorte no sorteio.

Bjinhus carinhosos.

♥ Tami ♥

Rô Faleiro participou com o comentário número:

Oi Adriana, saudade dói mesmo..principalmente de alguem que não voltará mais :(
desejo melhoras...
amiga, quem é a Monalise que vc falou? eu gostaria de ver o quartinho!
LIndo dia e obg pelo carinho
beijos

A Casa de Arquiteto participou com o comentário número:

Adriana, acabei de conhecer o seu blog e me encantei por tudo...
Resolvi postar um comentário nesse post aqui, pq sei bem como é sentir essa saudade...
Nessas horas, entregue a Deus todo esse vazio e peça que Ele preencha cada espaço, ate que o seu coração se enchera de graça!
Fique com Deus minha querida.
Nada como um dia apos o outro!
Beijos!

Uma parte de mim participou com o comentário número:

Aii Dri nem me fala em saudade!
Ontem meu filho completou ano e a lembrança de meu pai foi super forte, pois era o neto que ele mais amava e o mais parecido com ele tb!, até ele achava isso!
Mais enfim saudade ohhh palavrinha para doer!,bjos.

Rita participou com o comentário número:

Com certeza minha amiga a saudade
seja la como for dói mesmo,hoje
faz 8 meses que minha irmã ,foi embora
para sempre,eu ainda não me conformei
Então a saudade vai ficar pra sempre
abraço pra vc!!!!

Turquezza participou com o comentário número:

Desculpa a palavra forte, mas ODEIO sentir saudade!
Saudade é a falta de abraçar, fazer um carinho, olhar nos olhos, beijar, ficar lado a lado mesmo sem dizer nada .....
ai porque existe a distância????
Mas, vida que segue .........
Beijos querida.

casa de fifia participou com o comentário número:

olá Adriana
amei esse texto,
eu vivo de saudade,saudade do brasil,dos amigos de lugares,de sabores,e de sensações,a sensação de estar entre seus similares,porque por mais que a gene crie raiz em outros países,sempre desejamos estar mentre os nossos similares.

baci

Beatriz! participou com o comentário número:

Olá querida amiga!
Saudade significa que apesar do tempo, fomos felizes. Isso nos faz pensar que valeu a pena. Saudades...
Ai, todos sentem e que dói isso dói.
Bjokas...da Bia!!!

Sílvia participou com o comentário número:

Oi Dri em termos de saudade para mim a pior é aquela de quem partiu desse plano terreno, pois sabemos que só nos veremos no astral, evai depender muito do que fomos aqui na terra, sinto uma dor imensa de saudade de meu amado pai, quando ela chega, fico quietinha, choro e espero ela ir embora, sei que ela voltará, mas tento aceita-la, até´para o bem dele.
Bjos.
Silvia.

Lisy Brinhosa participou com o comentário número:

SAUDADE É UMA DOR Q CADA UM SABE MAS NÃO CONSEGUE PARTILHAR... E QDO ELA DÓI.... ELA REALMENTE DÓI!!!!!

Adoro este texto da Martha...

Beijão e um forte abraço!!!

Zizi participou com o comentário número:

Oi Adriana,
pra quem sente tanta saudades assim, e de levantar já sentindo saudades tem uma cura: Buscar o motivo da saudade.
Se a saudade tem fome: não de alimento, se ela tem sede: não de
água. Você está sujeita a ter mais e mais saudade e consequentemente o vazio, pois ela te suga e faz doer.
O nome saudade é bonito, mas ela nem sempre representa isso. Quando ela chegar, de um adeus para ela e de um sorriso para a felicidade. Busque um novo horizonte! (pronto falei)
bjos pra vc!

Duas Moças Prendadas participou com o comentário número:

É engraçado isso,né , ela pega a gente de surpresa , dá aquele aperto no coração e quando olhamos , ui , é a saudade judiando , mas ainda bem que passa ....
Bjo!

Thais Seba Sampaio Leal participou com o comentário número:

Dri, dói demais, mas nem vou dar detalhes sobre a tal dor porque quero que passe, quero esquecê-la...
Tento fazer qualquer outra coisa qdo sinto saudade, tento não enlouquecer quando sinto a dor, mas quero que vc saiba que como tudo na vida, a saudade vem e vai, vai e vem em doses homeopáticas, talvez pra que a gente seja mais forte.
Um grande beijo minha querida...
Thais
derepenteblog.blogspot.com

Cissa Branco participou com o comentário número:

Adriana,

E é assim, uma dor que temos que sentir, que não tem jeito. Fique bem.
Beijos

Maria José (Mana) participou com o comentário número:

Saudade...
da minha mãe que nos deixo no natal de 2010.
A dor da saudade não tem igual outra dor, às vezes chego a ouvi-la me chamar. Mas sei que ela está bem.

Estou lendo "doidas e Santas" da Martha Medeiros, não sei se você conhece, são várias crônicas maravilhosas.

bjos

Clau Finotti participou com o comentário número:

Oi Adriana!

Eu sempre achei divino esse texto!

Não vou me aprofundar muito no tema, porque se entro nessa é um caminho sem volta e estou no limite da razão, como o título daquele filme da Bridget Jones ...rs

Como disse a Cissa, é algo que temos que passar, não tem jeito.

Amanhã nos envolvemos com outras coisas e passa.

Beijocas.

Clau

Adriana Almeida participou com o comentário número:

Oi Linda, adorei seu cantinho e já estou ficando por aqui.
http://meninamulhercomglitter.blogspot.com
Bjins,

Um espaço pra chamar de meu participou com o comentário número:

Sofrendo dessa saudade e como dóiiiii!!! É fogo!!
E os pensamentos estavam me enlouquecendo. Agora estou conseguindo pelo menos desviar os pensamentos qdo eles vem!!!

Bjs e obrigada por esse texto!!

Postar um comentário

Olá, adoro ler os comentários que vocês deixam.
Beijos
Adriana Balreira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...